Segunda-feira, 16 de Maio

Advogado impede retirada de idosos do Abrigo São Vicente em Jaraguá, de forma arbitrária

Publicado em 28/11/2021 às 23:18
Jaraguá

O terreno que compreende as dependências do Abrigo São Vicente de Paulo em Jaraguá, está avaliado em mais de R$ 3 milhões de reais, segundo uma fonte ouvida pelo site. E esse pode ser o motivo para a direção do Conselho Central dos Vicentinos Metropolitano de Anápolis (Norte), impor o fechamento do abrigo com a transferência de mais 20 idosos para outros municípios espalhados pelo estado. Essa situação iria se concretizar no domingo, 28 de novembro, mas foi impedida momentaneamente pelo advogado Biracy Camargo.



A alegação para a transferência é de que não há uma diretoria e pessoas responsáveis para cuidar dos idosos, porém essa alegação caiu por terra, diante do registro de uma diretoria para assumir o Abrigo de Idosos. Porém o Conselho Central dos Vicentinos Metropolitano, teria aumentado as exigências.



A janela de oportunidades para o fechamento do Abrigo, por parte do Conselho Metropolitano veio com a investigação da Polícia Civil em julho que afastou a antiga direção da entidade por desvio de dinheiro da aposentadoria dos idosos e de recursos do Asilo. A partir daí foi deflagrada a operação para fechar o local.

 

Existe a possibilidade de que o terreno seja revertido para a prefeitura, porém, será travada uma batalha jurídica.


Advogado Biracy Camargo. 


Para evitar que o fechamento do Lar Vila Irmãs Dominicanas de Jaraguá (Asilo São Vicente de Paulo) fosse consumado no domingo, (28/11), o advogado Biracy Camargo, acionou a Polícia Militar, cobrou do Conselho Central dos Vicentinos Metropolitano, autorização judicial para a transferência dos idosos e fechou a rua para impedir que a van deixasse a cidade. Outro ponto que chama a atenção é o silêncio de todas as autoridades da cidade.



A ação do advogado Biracy Camargo, ainda que momentaneamente impediu a transferência, o Conselho Central dos Vicentinos Metropolitano, afirmou que tinha a ordem judicial, mas não apresentou. O advogado alegou que não havia uma assistente social, nem médico ou representante do Ministério Público para efetivar o ato que considerou criminoso. Sendo que dia escolhido para o fechamento do local foi um domingo.

 


Lindomar: Presidente do Conselho dos Vicentinos de Jaraguá 


De acordo como o advogado Biracy Camargo, da forma que querem realizar a retirada dos idosos,  não será permitido, ele disse ainda que vai mobilizar a cidade de Jaraguá através da imprensa local para não deixar a retirada, isso caso as autoridades local não tomem providências, principalmente o Ministério Público (MP) que tem legitimidade e obrigação de zelar pelo direito dos idosos. 

Comentários


Os comentários não expressão a opinião do Jornal Populacional e são de exclusiva responsabilidade do autor.

Veja Também